Diálogos: evitá-los ou melhorá-los?

Sempre ouvi das pessoas mais próximas que falar é meu maior talento, mas também fico pensando que o conteúdo é mais importante do que o volume de palavras. Por isso busco aprendizado constante nesse tema.

Então eu li que as mulheres falam, em média, 20 mil palavras por dia, em comparação com meras 7 mil pronunciadas pelos homens, pelo menos segundo um livro de um neuropsiquiatra americano lançado em 2006. Esse é o link da matéria se quiser conferir depois. https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2013/11/131117_mulheres_falam_mais_homens_lgb

Fora do laboratório mas na vida real eu imagino que seja por isso que nos referimos à língua como chamada  “materna”.

É uma crença minha de que esse não é um rótulo para confirmar o estereótipo de que mulheres falam muito, mas sim que a mãe natureza se encarregou de nos equipar com um diferencial em áreas do cérebro que nos habilita para o ensino da linguagem para os nossos filhos. Sabemos que somos os primeiros seres humanos que eles terão contato e convívio próximo nos seus primeiros anos de vida, por isso sermos hábeis nesse quesito é obra da mãe natureza.

Feitas as devidas referências, a ideia aqui é despertar uma reflexão sobre o diálogo, a sua beleza e os seus desafios. Já reparou que ele transcende gênero, raça, idade e é a maior ferramenta de conexão humana que nós temos?

No prefácio do livro Diálogo – comunicação e redes de convivência, eu me deparei com o termo Inteligência Reflexiva. Fiquei parada naquele parágrafo e somente depois de dois dias consegui retomar a leitura. Tive a impressão de que naquele momento tudo fazia sentido na minha vida. Esse é o tipo de inteligência que mais desejo desenvolver pois me sinto tão energizada com diálogos respeitosos, interessantes e profundos, que para mim, melhorá-los sempre foi um alvo inconsciente que se mistura com a minha identidade no mundo.

Mas nem todos ficam tão confortáveis assim, afinal uma conversa pode ser muito frustrante, principalmente quando se transforma num meio de demonstrar conhecimento, força, poder  ou superioridade ao outro.

Nos diálogos estão uma das mais lindas oportunidades de conexão que recebemos na vida e que se melhorado pode minimizar conflitos, encerrar demandas e promover o amor – nosso maior bem como humanidade.

Acompanhe meus áudios de reflexão sobre temas relacionados à vida e o trabalho no canal do Telegram.

 

Afetuosamente

Gisele Cipili

Receba nossas Atualizações

Cadastre-se para receber nossas atualizações…

Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram
Share on pinterest

Não pare por aqui

Leia também

Empreendedorismo

Empreender com alma

O conceito de mulher poderosa e bem sucedida vem sendo perigosamente incentivado e explorado. Resultado? Mulheres com altos níveis de estresse, quase a beira do

Mulheres

Reflexão sobre nosso reflexo

Se você olhasse os pontos fortes dos outros e os comparasse aos seus pontos fracos, com a mesma frequência com que olha no espelho, como

Fechar Menu

Inicie o Teste de Inteligência Emocional

Abrir chat
1
Fale comigo diretamente pelo Whatsapp!
Powered by